segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Leão Esperança


Por Deivisson Miranda
Há poucos dias, vasculhando minha caixa de e-mails, encontrei um que me chamou atenção em meio a tantas besteiras. Este intitulado “Leão Esperança”. Comecei a ler e a concordar com aquelas palavras que imploravam para serem lidas, relidas e espalhadas a todos os meus contatos. Era sobre o programa Criança Esperança da Rede Globo, que por sinal está para completar 25 anos.
Lembro de início que não há dúvidas quando ao destino do dinheiro, que realmente é enviado diretamente para a conta da UNESCO e fiscalizado pelo mesmo e pela UNICEF quanto à sua aplicação em diversos projetos sociais pelo Brasil. Mas onde estaria o problema então? ESTARIA NO DESCONTO DE MILHÕES DE REAIS NO IMPOSTO DE RENDA A QUAL A REDE GLOBO É BENEFICIADA QUANDO APRESENTA DOCUMENTOS QUE COMPROVAM A DOAÇÃO DE ALGUNS MILHÕES A PROJETOS SOCIAIS.
Por tanto repito, NÃO HÁ DÚVIDAS QUANDO AO ENCAMINHAMENTO E FISCALIZAÇÃO DESSE DINHEIRO, mas... Por que a Rede Globo não tira 1% (ou até menos) do seu faturamento anual (que é da casa dos bilhões) para ajudar essas instituições sociais? Porque a Rede Globo não nos passa o número dessa conta da UNESCO para que nós, brasileiros, que quisermos doar nosso dinheiro, ajudar essas instituições diretamente? Vou ainda mais fundo... POR QUE A REDE GLOBO NÃO PAGA OS SEUS PESADOS IMPOSTOS DEVIDAMENTE COMO TODO BRASILEIRO HONESTO E TODA EMPRESA LEGAL QUE EXISTE NESSE PAÍS, ao invés de pedir aos brasileiros para lhes dar dinheiro para ELA doar para instituições sociais e ter parte dos seus impostos descontados pela Receita Federal? Lembrando que Criança Esperança é só uma marca, portanto o dinheiro que doamos, seja ele 7, 15 ou 30 reais, (R$40,00 esse ano!) não pode ser descontado no nosso imposto de renda (pra quem paga), mas ao da Rede Globo sim, pois ela é quem repassa o dinheiro. Fica a reflexão.
NÃO DÊ DINHEIRO À REDE GLOBO ajudando-a a descontar impostos! Se quiser ajudar, procure pessoalmente instituições sociais confiáveis e ajude, não só para ter impostos descontados, mas simplesmente ajudar àquele que não tem a mesma vida boa que você! Haaa! E não junte as roupas velhas que você não usa mais para doar, nem dê o seu celular velho todo detonado para sua empregada. Se quiser e puder ajudar, ajude de verdade e de coração. Queira para o outro o que você quer pra você. Fica o conselho e a idéia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário