quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Regime militar na educação ou na recuperação do menor

Estava eu assistindo o domingo espetacular da emissora do pastor universal e fiquei espantado como a cultura de nações são bizarras e ao mesmo tempo interessantes, nessa matéria do domingo espetacular mostrava um caso de um menino no Brasil que já foi preso mais de 10 vezes por roubo de carro, o 'pivete' já sabia as manhas de carros desde os 4 anos de idade, já sabendo arrombar um carro, isso que é um ser precoce na arte do crime, pois bem, nessa matéria mostrava o regime educacional nos presídios ou melhor nas instituições tanto do Brasil como nos Estados Unidos.
No Brasil o menor pratica esporte, faz um curso dentro da instituição podendo ser chamado para um emprego, mas há o forte vicio da droga e deu para constatar a falta de empenho do Estado, só uma instituição não vai recuperar um menor, sendo que o menor deseje uma mudança e força de vontade.
Nos Estados Unidos o regime educacional é brutal,os menores condenados por furto, tráfico de droga e homicídio, são submetidos simplesmente numa ordem militar, imaginem um general gritando na sua orelha e mandando você fazer flexões, é isso, parece que a cultura americana desde sua raiz é militar, expressando isso nas instituições de menores, com um lema de que o esforço físico e obrigações militares mudam o individuo para melhor, será?
No Japão a ordem militar é para passar no vestibular, não sei que emissora eu assisti, enfim, os menores são mandados para um tipo de escola ou academia que a ordem é dormir em uma hora certa, comer numa hora certa, lazer numa hora certa, meu Deus, é praticamente uma prisão, o japonês não volta para casa, ele fica lá até chegar o vestibular, o estudo é a meta e a disciplina é a ordem

Nenhum comentário:

Postar um comentário